Consumidor sempre tem direito...SQN

 

categoria : consumidor, direitos em 20 maio de 2015 por Milena

O cliente sempre tem razão, não é mesmo?

Na verdade não.

Existem algumas atitudes que são tão comuns no comércio que acreditamos ser um direito nosso. Mas será que elas são mesmo uma obrigação dos estabelecimentos comerciais?

Trocar um presente que não serviu ou trocar um sapato que não gostou é uma dessas práticas. Se a compra foi feita dentro do estabelecimento comercial, nenhuma loja tem obrigação de trocar um produto que não apresenta nenhum defeito, mesmo que seja um presente que não serviu para a pessoa que ganhou. Menos ainda se o motivo da troca for só porque você não foi muito com a cara do produto.

O que acontece é que muitas vezes o comerciante acaba se comprometendo a trocar para conseguir fazer a venda. Se houvesse uma loja ao lado da outra, exatamente com os mesmos produtos e mesmo preço, e você fosse comprar um presente para alguém, em qual loja você compraria? O comerciante pensa exatamente como a maioria dos consumidores e, para ser competitivo, acaba dando esta "comodidade" aos seus clientes.

Nos casos onde o produto apresente algum defeito, existe a possibilidade da troca sim, mas ela não precisa ser imediata. O fornecedor tem 30 dias para resolver o problema. Se não for resolvido dentro desse prazo, o consumidor somente então poderá exigir a troca ou a devolução do dinheiro.

Com a chegada dos cartões de crédito, quase não se fala mais em pagamento em cheque. Embora o cheque seja uma "ordem de pagamento a vista", o comércio não está obrigado a aceitar essa forma de pagamento DESDE QUE TENHA ESSA INFORMAÇÃO BEM CLARA E VISÍVEL no estabelecimento.

E caso você tenha hábito de comprar coisas de outras pessoas físicas, é importante lembrar que você não poderá exigir seus direitos como consumidor. Um caso muito comum é a compra e venda de veículos entre particulares. Se o veículo apresentar algum defeito, você não poderá reclamar da compra no Procon.

 

IMPORTANTE: Se a compra foi feita por internet ou por telefone, a DEVOLUÇÃO do produto pode ser pedida em até 7 dias, mesmo sem qualquer explicação. É o chamado "Direito de Arrependimento".

top